Call Center

Salvador e Região Metropolitana (71) 3345 8200
Feira de Santana 4020 8880
Alagoinhas 0800 071 8200
Seg à Sex - 6h às 19h Sábado - 6h às 17h

Blog

Notícias

Vacina contra a gripe é a medida mais eficaz de prevenção

29 de março0 Comentários

Falta pouco para o inverno, período de maior circulação do vírus da gripe. Estamos nos aproximando da estação de maior incidência de doenças respiratórias no Brasil e, para minimizar as complicações de saúde, a imunização ainda é a melhor forma de prevenção.

Estudos apontam que a vacina contra a gripe reduz as complicações dos casos graves, internações e até mesmo óbitos. Estima-se que a imunização reduza de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe e de 32% a 45% o número de internações por pneumonias.

Para se ter uma ideia, em 2017 foram confirmados quase dois mil casos de gripe no país e registrados 341 óbitos por influenza. Em 2016, o país viveu um período de surto e registrou quase 2 mil óbitos por complicações da doença: um impacto negativo que pode ser minimizado com uma única dose anual da vacina, que protege contra os tipos mais graves da doença.

Imunizar é essencial e se antecipar também

O tempo médio para que comece a produzir resposta imunológica é de 10 a 15 dias. É por isso que deve ser tomada anualmente, antes do inverno e não apenas nos períodos de surtos. Vale ressaltar que a vacina protege contra os tipos mais graves da doença e não causa gripe. Nos períodos de maior circulação do vírus, algumas pessoas se vacinam quando já estão na fase de incubação da doença. Como leva um tempo até que organismo reaja à vacina, não há tempo de resposta imunológica.

Referência na Bahia, o Labchecap Seimi oferece a vacina quadrivalente, que é composta por quatro vírus da gripe; a quadrivalente pediátrica, indicada para crianças a partir dos 6 meses de vida; e a trivalente, que pode ser tomada por crianças e adultos. Enquanto a quadrivalente contém dois vírus influenza A (H1N1 e o H3N2) e dois da influenza B, a trivalente imuniza contra os dois tipos de influenza A (H1N1 e H3N2) e um tipo de influenza B.

Em Salvador, as vacinas são encontradas nas unidades Labchecap Seimi do Itaigara, Labchecap Kids, Vilas do Atlântico e Barra. A empresa também oferece o serviço de atendimento domiciliar, que atende a capital e região metropolitana; e de vacinação empresarial para todo o estado.

Você também pode ser interessar por:

Sem categoria

Labchecap promove evento em Feira de Santana

23 de novembro0 Comentários
Neste sábado, 24, das 8h às 13h, a população de Feira de Santana vai contar com um reforço para atenção à saúde. A Casa da Paz, na Avenida Getúlio Vargas, será palco do Sabadão Saúde, uma iniciativa que prevê a realização de exames gratuitos e a orientação sobre prevenção.

O Sabadão Saúde é uma iniciativa do Labchecap, em parceria com a Clínica Master Saúde, o Hospital Ortopédico e a Prefeitura Municipal de Feira de Santana.  Na ocasião, serão realizados exames de glicemia, aferição de pressão e aplicação da vacina contra a gripe.

Durante o evento, a população também poderá fazer o eletrocardiograma, um exame que avalia o ritmo do batimento cardíaco em repouso, e se animar com a presença o Robôlab. O evento Sabadão Saúde é aberto ao público.

Contamos com a sua presença!

Sem categoria

Vacina BCG: conheça uma das primeiras vacinas da vida do bebê

05 de novembro0 Comentários

A BCG, junto com a Hepatite B, são as primeiras vacinas indicadas para o recém-nascido. Ela protege contra as formas graves da tuberculose, uma doença infectocontagiosa e muito frequente no Brasil.  É indicada para todas as crianças, que devem utilizá-la no primeiro mês de vida, de preferência ainda na maternidade.

Ela protege, em mais de 80%, contra as formas mais graves e disseminadas da doença, como a meningite tuberculosa e a tuberculose miliar.

A BCG é popularmente conhecida como a vacina da marquinha. É uma injeção intradérmica, aplicada no braço direito, que apresenta como resposta imunológica o aparecimento de uma reação no local de aplicação.  Essa reação, popularmente conhecida pela marquinha na pele, pode demorar até três meses para aparecer e  indica que a vacina foi capaz de estimular a imunidade na pessoa.

Quando a reação local não aparece é preciso consultar um profissional de saúde. Ele deverá verificar se houve uma resposta discreta – quando a marquinha é muito pequena – ou falha vacinal. Em alguns casos, pode ser necessária a aplicação de uma nova dose, conforme a orientação profissional.

Contraindicações

As contraindicações da vacina são muito raras e o pediatra vai informá-lo se o seu bebê apresentar alguma delas

Onde encontrar

A BCG integra o calendário básico de vacinação e pode ser encontrada no SUS e nas clínicas particulares, como o Seimi Labchecap,  que ainda oferece o serviço de atendimento domiciliar.

Conte com o Seimi Labchecap para cuidar da saúde do seu bebê. Vacina disponível nas unidades Seimi Labchecap. 

Responsável Técnico de Laboratório: Dr. Josemar Fonseca Silva – CRF 1290

Responsável Técnico de Imagem: Dr. Lucas da Gama Lobo – CRM 16202