Call Center

Salvador e Região Metropolitana (71) 3345 8200
Feira de Santana 4020 8880
Alagoinhas 0800 071 8200
Seg à Sex - 6h às 19h Sábado - 6h às 17h

Blog

Saúde

Saúde do idoso: prevenção contribui para o envelhecimento saudável

25 de julho0 Comentários

Ter um envelhecimento saudável é uma realidade possível. Até pouco tempo, o estágio de maior maturidade da vida estava associado a uma série de restrições físicas e cognitivas, que dificultavam uma vida independente, mas isso mudou.

Para se ter uma ideia, nos últimos 70 anos, a expectativa de vida dos brasileiros ao nascer aumentou em mais de 30 anos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população está vivendo mais, em média 75,8 anos, e está mais ativa. O aumento dessa expectativa esteve acompanhado de uma série de fatores que contribuíram para a mudança de hábitos, como uma alimentação mais saudável, a prática de atividades físicas e a atenção à saúde, com visitas regulares ao médico.

“Envelhecer não é sinônimo de adoecer”, avalia a geriatra Juliana Rocha. Ela explica que o envelhecimento tem como característica a perda de alguma reserva funcional e que essa perda é um processo natural.  É por isso que a qualidade de vida na terceira idade também está relacionada à atenção que é dada antes dos 60 anos, idade em que as pessoas passam a ser consideradas idosas no Brasil.

Nesse contexto, a prevenção contribui para a minimização do impacto que essas perdas funcionais podem trazer à saúde do idoso.

“A prática de atividade física, por exemplo, fortalece a musculatura, o que ajuda na minimização de quedas e fraturas. A hidratação contribui para o bom funcionamento dos órgãos e a proteção solar contribui para minimização dos efeitos nocivos causados pela exposição excessiva ao Sol, como envelhecimento precoce e câncer de pele”, reforça a geriatra.


Você sabia que a geriatria contribui para o envelhecimento saudável?

“Como a geriatria está associada ao envelhecimento, é mais procurada pelas pessoas que já chegam à terceira idade, mas o ideal seria que as pessoas buscassem a especialidade antes, a partir dos 40 anos, como forma de iniciar o planejamento para um envelhecimento saudável”, explica Juliana Rocha.

A geriatria estuda e trata das doenças ligadas ao envelhecimento. Tem uma visão integrada da saúde e atua para minimizar os efeitos ou curar as patologias mais comuns nessa fase da vida.  A especialidade contribui para investigação das condições de saúde, trabalhando para prevenir ou minimizar os efeitos das patologias mais comuns nessa fase da vida, proporcionando mais saúde na terceira idade.

 

O envelhecimento saudável está associado à prevenção. Para cada fase da vida, um cuidado específico. Conheça os pacotes especiais do Labchecap para Check-UP.

Você também pode ser interessar por:

Saúde

Imunização contra o Sarampo: quem deve se vacinar?

07 de agosto0 Comentários

A vacina contra o Sarampo é a medida mais eficaz de prevenção contra a doença. Prevista no calendário básico de vacinação do brasileiro, costuma ser administrada ainda na infância. Adultos que não foram imunizados adequadamente também devem se vacinar.

O calendário de vacinação contempla dois tipos de vacina contra o sarampo: a tríplice viral, que também protege contra a caxumba e rubéola; e a tetra viral, que ainda inclui a proteção contra a varicela (catapora).  Ambas são administradas por meio de uma injeção intradérmica.

A vacina deve ser administrada ainda na infância, em duas doses. A primeira aos 12 meses e a segunda aos 15 meses. Adolescentes e adultos de qualquer idade, que não tenham sido vacinados, também devem se imunizar.

Surto de sarampo

Neste período em que voltam a aparecer casos de sarampo no Brasil, uma doença que era considerada eliminada do país, o estado da Bahia está usando a estratégia de vacinar todas as crianças com idade inferior a cinco anos, independente de ter o registro da vacina ou não.  Crianças com idade a partir de cinco anos serão vacinadas se não tiverem comprovação da vacinação e adolescentes e adultos se não tiverem tido a doença e não tenham comprovação da utilização de duas doses acima de cinco anos.

As vacinas são disponibilizadas através do Sistema Único de Saúde e nas clínicas particulares, como o Seimi Labchecap, no entanto, os postos de saúde contemplam apenas as vacinas do tipo tríplice viral.  Já nas clínicas particulares, é possível encontrar, além da tríplice, a tetra viral, que também protege  contra a catapora e ajuda a reduzir o número de furadas.

É considerada protegida a pessoa que tomou as duas doses após um ano de vida, com intervalo de um mês. Se não tem comprovação de uso, é importante se vacinar.

Contra –indicações

A vacina contra sarampo não é indicada para gestantes, pessoas com comprometimento da imunidade por doença ou medicação; e pessoas alérgicas aos componentes da vacina.

Conte com o Seimi abchecap para cuidar da sua saúde. Conheça a nossa unidade e escolha a mais próxima de você

Notícias

Labchecap tem atendimento com hora marcada em Feira de Santana e Alagoinhas

24 de julho0 Comentários

A partir de agora, você já pode agendar o seu exame de laboratório nas cidades de Feira de Santana e Alagoinhas. O atendimento com hora marcada do Labchecap  garante mais conforto e rapidez . Você agiliza parte do procedimento por telefone e diminui o tempo de permanência na unidade.

O agendamento deverá ser feito através da nossa Central de atendimento:

Feira de Santana 4020 8880

Alagoinhas 0800 071 8200

Responsável Técnico de Laboratório: Dr. Josemar Fonseca Silva – CRF 1290

Responsável Técnico de Imagem: Dr. Lucas da Gama Lobo – CRM 16202